PÁGINA PRINCIPAL            NOTÍCIAS            HISTORIAL            CAPAS DOS CADERNOS            CONCURSO LITERÁRIO            O EDITOR            CONTACTOS
 
DECADÊNCIA DA RAÇA BRANCA
 
27 outubro 2013
 
Sabe-se que, nos países desenvolvidos da civilização ocidental, setenta por cento da população tem um baixíssimo índice de literacia, vinte por cento tem um índice médio e, nos restantes dez, o índice é mais elevado. São, naturalmente, valores arredondados e não têm correspondência proporcional com o coeficiente de inteligência. Seja como for, a verdade é que muito pouca gente lê e muito menos os adolescentes e os jovens. Assim, não é para admirar que tenhamos povos com diminuta cultura e, praticamente, com pouquíssimos conhecimentos, indubitavelmente necessários a uma eficiente cidadania e à real perceção das sujas manobras da política partidária, da atual situação económica e dos caminhos a seguir para escalarmos as paredes do poço em que nos deixámos cair. Sabe-se também que a civilização ocidental já está, há vários anos, na descida da rampa que leva ao seu fim, à sua extinção. Uma das causas deste declínio é o …, outro o falhado sistema económico assente no jogo bancário e, por fim, o decréscimo continuado da natalidade. Parece, no entanto, que só vozes isoladas e desdenhadas se dão conta desse desastre. O homem branco, que ainda é maioritário no seu país - por enquanto, - deixou-se emaranhar nas teias do consumismo descontrolado, do ateísmo, da imoralidade, da mediocridade dos políticos, da idolatria do dinheiro e do sexo. Atirou às urtigas a rica herança dos antepassados e entrou, de cabeça, na moda do que não é politicamente correto, como: criticar a corrupção, a crescente imigração ilegal, a tolerância em relação à pública exibição dos homossesuais e a libertinagem sexual. Tenho os olhos na queda do Antigo Egito, da Antiga Grécia e do Império Romano. Estamos a ser uma fotocópia desses acontecimentos históricos, atribuídos, precisamente, aos mesmos erros e vícios. Estou muito preocupado.
 
 
copyright © 2009 - 2013 Cadernos Santa Maria. Todos os direitos reservados